DESEQUILÍBRIO RELIGIOSO


Nós homens temos uma tendência fantástica para o desequilíbrio religioso. O homem perdeu a simetria e tende a desequilibrar-se em quase tudo que faz. Filósofos religiosos têm reconhecido esses comportamentos inadequados e têm procurado corrigi-los, pregando de uma forma ou de outra a “doutrina de ouro”.


Confúcio ensinou o “caminho médio”; Buda queria que seus seguidores evitassem tanto o asceticismo como o ócio corporal e Aristóteles acreditava que a vida virtuosa é a que mantém equilíbrio perfeito entre o excesso e a falta.


O cristianismo, estando de pleno acordo com todos os fatos da existência, leva em conta esse desequilíbrio da vida humana e o remédio que oferece não é uma nova filosofia, mas uma nova vida. O ideal a que o cristão aspira não é o de andar pelo caminho perfeito, mas o de ser transformado pela renovação da mente e o de ser amoldado à semelhança de Cristo.


O homem regenerado espiritualmente, muitas vezes, passa por tempos mais difíceis do que o não regenerado, porque aquele sente dentro de si um poder que tende para a santidade e para Deus, mas, ao mesmo tempo, ainda é filho da carne. Para o cristão, esse dualismo moral é uma fonte de aflição e de luta. Já o homem que ainda não nasceu espiritualmente desconhece totalmente essa luta (leia em João 3:1-6).


Em Romanos 7, Paulo fala exatamente sobre essa luta interna. O cristão verdadeiro é um santo em embrião, pois os genes celestiais estão nele e o Espírito Santo está trabalhando para levá-lo a um desenvolvimento espiritual que esteja em harmonia com a natureza do Pai celeste, de quem recebeu a vida divina. Todavia, como cristãos, ainda estamos neste corpo mortal, sujeito à fraqueza e à tentação. Esse conflito com a carne, às vezes, leva-nos a praticar atos extremos.


A obra do Espírito no coração do homem não é algo inconsciente ou automático. A vontade e a inteligência humana precisam render-se às benignas intenções de Deus e com elas cooperar. É justamente nesse ponto que muitos perdem o rumo e o equilíbrio.


Uns tentam se fazer santos por si e outros procuram um estado de passividade espiritual, esperando que Deus aperfeiçoe as suas naturezas em santidade. Esse é o desequilíbrio: ou trabalhamos intensamente para fazermos o impossível ou não fazemos absolutamente nada. Jesus disse: “Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá” (João 6:57).



📺 Para ver e ouvir essa mensagem, acesse: https://youtu.be/BZUFMKMSpq8



08 de Maio.



Faça essa Oração

"Renovação da Mente"


Grande Deus, em nome do Senhor Jesus, eu entendo que estou aqui agora me expondo totalmente a Ti, de espírito alma e corpo para que a Tua vontade seja realizada no meu ser. Eis-me aqui Senhor, eu autorizo o Espírito Santo, que é Aquele que corrige, disciplina e aplica a cruz que é a Tua Palavra, para trazer a renovação na minha mente.


Eu sei que a minha mente é inimiga de Deus, porque todo dia eu vejo o meu pecado, a minha transgressão. Por isso Senhor, eu não posso mudá-la, mas uma coisa eu posso diante de Ti, eu decido, eu escolho abrir a porta do meu coração e dizer que Tu podes atuar e pelejar contra os demônios que compõem o ego, a velha vida que ainda subsiste em meu coração.


Arranca Senhor, destrona e desliga os poderes das trevas da minha vida, tira a influência dos demônios, do império das trevas que fazem com que eu tenha enganos e ilusões a respeito de mim mesmo e a respeito do meu Criador, do meu Senhor e do Espírito Santo.


Senhor Jesus, a partir de agora Te peço que a unção de guerra do Teu Espírito, entre em minha alma como Josué entrou na terra de Canaã para desbaratar os demônios, os espíritos das trevas, desalojando e esvaziando todo os territórios da minha memória consciente e subconsciente, da minha vontade e das minhas emoções.


Tu tens autoridade para entrar com a Espada do Espírito, com o fogo do Trono, com o sangue do Cordeiro, para mudar e transformar totalmente a história da minha vida. Eu quero Te servir Senhor, quero ser vaso e cumprir o mandamento, a ordem de Deus da vocação a que fui chamado para ser um membro do corpo do Teu Filho Jesus Cristo.


Me usa a partir de agora Senhor, na função e na posição que Tu me colocou no Corpo de Cristo. Torna-me totalmente sujeito ao Espírito, ao Cristo que é o meu Cabeça. Todo o engano saia agora, seja dissipado pela luz que é a Palavra de Deus. Eu quero ser formado e não somente informado.


A partir de hoje, eu libero toda a obra do Espírito para aplicar a cruz de Cristo sobre a velha natureza, eu quero ressurgir com Cristo Jesus. Amém


* Canal Orações - Pão de Judá

http://www.paodejuda.com.br/oracoes.html#