OBEDECER & SACRIFICAR


Em Hebreus 10:8-9, está escrito: “...sacrifícios e ofertas não quiseste, nem holocaustos e oblações pelo pecado, nem com isto te deleitaste... Então, acrescentou: Eis aqui estou para fazer, ó Deus, a tua vontade. Remove o primeiro para estabelecer o segundo”. É importante nós entendermos um princípio espiritual. O Senhor Deus não quer que nós nos apeguemos ao princípio do bem e do mal, que resulta no conceito de certo e errado. Em outras palavras, isso quer dizer que Deus não deseja que Seus filhos sejam guiados e instruídos pela filosofia humanista. Por quê? Porque isso não é genuíno de Deus e vem de conceitos e raciocínios do intelecto do homem. Se nós aplicarmos esses princípios, para direcionar nossas vidas, iremos cair em um buraco filosófico, do qual os pecados do orgulho, da vaidade e da ambição fazem parte.


O conselho de Deus para todos está expresso em João 8:32: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. E, em João 14:6, Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. Algo interessante acontece, quando você consulta a Palavra para direcionar seu viver. Você toca algo que é espírito. Você toca a vida divina, a natureza de Deus que, quando ingerida espiritualmente e metabolizada, produz a verdadeira libertação e a verdadeira vida que tanto almejamos. Com esse processo de salvação, nós ganhamos a vida, a paz e a alegria.


Vejamos agora as situações que podem ocorrer com as pessoas que desejam agradar a Deus, ofertando-Lhe sacrifícios. Abel, por exemplo, era pastor de ovelhas e ofereceu a Deus as primícias do seu rebanho e a gordura delas. Caim, agricultor, ofereceu do fruto da terra, o que era uma expressão do esforço do seu trabalho humano.


No entanto, nós sabemos que Deus se agradou somente da oferta de Abel, porque Abel sacrificou um animal, provavelmente um cordeiro, que é uma prefiguração de Cristo, que derramou o Seu sangue em nosso favor. Abel servia e agradava a Deus não pela sua própria justiça, nem pelo seu esforço humano, mas pela sua fidelidade aos princípios e às ordenanças divinas. “Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar...”. Isso está escrito em 1Samuel 15:22. Caim agiu com atitudes autônomas e independentes de Deus, ofertando algo que vinha de seu próprio esforço humano.


Ele usou da justiça própria e isso não agrada a Deus. Nós só podemos agradar ao Senhor, agindo pelos seus princípios, sendo fiéis e obedientes à Sua vontade.

TV Menorah por assinatura

Recomendamos para você:


O pecado contra a autoridade de Deus

Deus não quer o nosso melhor, nem os nossos sacrifícios, mas Ele realmente valoriza a nossa obediência diante da sua direção para toda e qualquer situação. Não deixe o seu coração se elevar, seja servo!



Desprezamos o perfeito

O vídeo fala sobre 1Samuel 15:22-23, onde o Senhor afirma que necessitamos de obediência a Ele e não de holocaustos e sacrifícios.






Amor, base da obediência

Nos sentirmos vítimas de Deus, injustiçados e cheios de justiça própria prova que não temos o amor de Deus e não O agradamos. Para agradar a Deus e fluir amor temos que nos renunciar. A substância de todas as coisas na Igreja é o amor. Sem amor, nada funciona!




TV Menorah por assinatura

12 canais + 2 canais de áudio + de 3000 mensagens da Palavra de Deus exclusivas a respeito do conteúdo específico do canal.


www.tvmenorah.com.br

Levando vida para você!

257 visualizações
O canal para a sua edificação espiritual
"Acesse, assista e cresça em vida!"
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon