SÓ DEUS DISSIPA O AUTODESPREZO


Aqueles que nunca lutaram contra um intenso autodesprezo, não sabem quão paralisante esse problema pode ser. O autodesprezo inicia-se com momentos de perda de autoconfiança, talvez causada por um pequeno fracasso ou por um desprezo por parte de outra pessoa. Porém, o sentimento de que nada em nós pode ser amado é sério, podendo até passar depressa, mas a dúvida já foi levantada.


Passam-se os anos e experimentamos mais fracassos. Fracassos com consequências mais duradouras como a perda de um emprego, o desestímulo dos filhos ou o fim de um casamento. Amigos traem-nos, bons relacionamentos desintegram-se e palavras rígidas são proferidas e acomodam-se em nossos corações.


No começo, zangamo-nos, talvez motivados pela justiça própria: “Ele estava errado em me tratar assim”. Depois, nós perguntamos: “será que foi minha culpa?”. Ao se decorrerem tempos e infortúnios suficientes, chegamos à conclusão que somos maus, mas não como pecadores imorais, mas sim como pecadores amorais, desprovidos de senso de valores.


Achamo-nos ignorantes, gordos, fracos, estranhos ou chatos. Alguma coisa está errada conosco e não conseguimos fazer nada para mudar essa nossa condição deplorável. Toda conversa ou encontro social confirma o nosso temor, já que achamos que ninguém se senta perto de nós, que o nosso cônjuge não ri da piada que contamos e que o nosso amigo cumprimenta calorosamente a pessoa à nossa frente e esquece-se de nos cumprimentar.


O mais difícil em relação ao autodesprezo é o fato de a pessoa, dominada por esse sentimento destrutivo, não conseguir compartilhar esse problema com ninguém. Elas pensam que, se disserem tudo ao seu médico, ele apenas receitará remédios que alterem o seu ânimo.


Esses remédios podem até dar energia ou um pouco de ânimo, mas o sentimento de autodesprezo não desaparece com os medicamentos. O único meio de resolver esse problema definitivamente é por uma sensível melhora na espiritualidade, ou seja, precisamos buscar Deus, precisamos sentir Deus, o Seu poder e a Sua presença transformadora. Mas, como isso, de forma prática, pode acontecer?


Temos de preparar o palco da nossa vida para Deus achegar-se a nós e transformar-nos por meio de orações, de terapias espiritual, de estudos bíblicos e de orientações da Palavra.


No Salmo 19:7, está escrito: “A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices”.



📺 Para ver e ouvir essa mensagem, dê o play abaixo:



24 de Julho.


Faça essa Oração

"Assumindo uma posição de invencibilidade"


Misericordioso Pai Celestial, escolho ver a mim mesmo como Tu me vês na pessoa do Teu Filho, o Senhor Jesus Cristo. Escolho ver-me como alguém invencivelmente forte e capaz de realizar tudo o que está em Teu plano para mim.


Rejeito as acusações de satanás de que sou irremediavelmente fraco e derrotado. Aceito a minha grande dificuldade atual como um chamado ao renovar da visão da vitória do meu Senhor.


Ajuda-me a concentrar a minha atenção na majestade, no poder e na soberana grandeza do meu Pai Celestial, que de modo algum pode falhar. Ajuda-me a ver que em minha união com Cristo sou mais que vencedor, que o fardo das minhas provações torne-se uma manifestação do fardo do Senhor. Que esse fardo se manifeste em lágrimas de preocupações, horas de jejuns e oração. Escolho não me esquivar do fardo que Tu desejas que eu carregue.


Reconheço Senhor, que é principalmente o meu próprio pecado e as minhas falhas que trouxeram essa intensa provação. Arrependo-me profundamente dos meus pecados de .......... (cite cada um dos erros que você percebe que comete). Limpa-me no sangue do meu Salvador.


Tomo de volta de satanás todo o terreno que lhe conferi com meus pecados e transgressões, com a autoridade da cruz, reivindico todo esse terreno para o Senhor Jesus Cristo. Precioso Senhor Jesus Cristo, Tu me prometeste jamais me deixar ou me abandonar.

Sei que isso é verdade e ousadamente afirmo: “o Senhor é o meu auxílio, não temerei”.


Firmado na fé, resisto ao diabo e ao seu reino. Ordeno que satanás e seus demônios me deixem e dirijam-se para onde o Senhor Jesus Cristo os enviar.


Pai Celeste, aceito e escolho desfrutar de tudo o que está escrito no pergaminho da Tua vontade para mim. Obrigado porque posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. Farei a Tua vontade, aceitando a minha responsabilidade de ser forte, farei com a Tua força aquilo que sei ser a Tua vontade.


Obrigado, Amado Pai Celeste porque mediante o Senhor Jesus Cristo ouviste a minha oração e me farás andar como alguém tão forte no Senhor, que mesmo as estratégias mais poderosas de satanás já estarão derrotadas. Oro em nome do Senhor Jesus Cristo e para Tua glória. Amém.

* Canal Orações - Pão de Judá

<