VOCÊ SENTE ANGÚSTIA?


No Salmo 77:2, está escrito: “No dia da minha angústia, procuro o Senhor; erguem-se as minhas mãos durante a noite e não se cansam; a minha alma recusa consolar-se”. A angústia é um sentimento destrutível que acaba com o ânimo e com a esperança do homem. Ela dissipa o encanto da vida.


A angústia é uma dor intensa que se instala nas profundezas do nosso ser, que, muitas vezes, se exterioriza pelas lágrimas que deslizam pela face ou pelas noites de insônia que involuntariamente somos acometidos. Contemplamos as horas silenciosas da madrugada passarem, mas dentro de nós há sofrimento, dor e choro pela contínua série de fatos que nos machucam durante o dia a dia.


Muitos que leem esse livro se identificam com o que está sendo falado. Note que o salmista disse: “na minha angústia busquei ao Senhor”. Sabemos que a angústia é produzida pela busca contínua de conquistas emocionais, materiais e espirituais; que, depois de alcançadas, geram frustrações, porque as coisas por que tanto lutamos para conquistar, não nos preenchem nem nos dão alegria. A coisa conquistada, em si não é o problema, o problema está em nós, que não sabemos nos conduzir perante a vida.


Nós estamos carentes do conhecimento da verdade, que nos ensina a lidar com a vida segundo a sabedoria de Deus. Além disso, quando recebemos maus tratos da vida, também não sabemos o que fazer, então, o que sentimos é reprimido e depositado em nossas emoções. É bom lembrarmos que tudo o que é reprimido fica vivo e ativo em nossa psique e, se não soubermos perdoar, nossa saúde emocional ficará completamente abalada.


Tudo o que é mau e que está dentro de nós é lembrado diariamente e pensar nisso aumenta o mal-estar interior. A nossa mente tende naturalmente a cultivar os pensamentos negativos e as coisas desagradáveis que aconteceram conosco. Dificilmente gastamos tempo pensando nas coisas boas que já nos aconteceram. As coisas boas são rapidamente esquecidas por nós. Verifiquemos o que está escrito em Lamentações 3:21: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”.


Precisamos aprender a rememorar os grandes feitos de Deus em nossa vida. Como o salmista que reconhecia que só Deus poderia lhe conceder a libertação da angústia, nós devemos reconhecer e passar a contemplar as grandes bênçãos que Deus já nos concedeu. Esse exercício mental de rememorar as obras de Deus exterminará toda angústia em nosso coração.


📺 Para ver e ouvir essa mensagem, dê o play abaixo:


26 de Janeiro


Faça essa Oração

"Apropriando-se da Paz"

Amado Pai Celestial, pela fé em nome do Senhor Jesus Cristo, coloco o calçado da paz. Aceito a Tua declaração de que estou justificado e tenho paz contigo. Que a minha mente possa captar essa maravilhosa verdade com consciência cada vez maior. Agradeço-Te, Senhor, por não precisar carregar nenhuma ansiedade ou sofrer de perturbação ou tormentos interiores.

Obrigado, Senhor Jesus Cristo, por me teres convidado a revelar-Te todas as minhas necessidades mediante a oração. Ensina-me a esperar em Tua presença até que a paz interior, que excede o entendimento humano tome o lugar da ansiedade que está em mim.


Desejo conhecer a forte presença da Tua paz. Que andes comigo e digas: "Não tenhas medo, vou ajudar-te". De todo o meu coração, desejo ser obediente à Tua vontade em todo o tempo. Que a plenitude de Cristo, o Qual é a minha paz, possa glorificar a Deus por meio de mim.


Tomo posse dos calçados da paz em nome do Senhor Jesus e pela fé andarei com eles neste dia. Amém.


* Canal Orações - Pão de Judá

http://www.paodejuda.com.br/oracoes.html#


O aplicativo da sua alimentação espiritual!

Android: https://goo.gl/vBVeQa

iOS: https://goo.gl/vSp5Sw


TV Menorah por assinatura

Recomendamos para você: